Recomendações pré-operatórias

Prezado Paciente,
Para que a sua cirurgia corra de forma adequada, minimizando os riscos e otimizando seu tempo, torna-se importante você seguir as seguintes recomendações: 

1. O jejum deve ser absoluto, ou seja, não comer nada e não beber nada, nem água, por pelo menos 08 (oito) horas antes da cirurgia. O jejum absoluto inclui também a proibição a mascar chiclete, chupar balas ou fumar neste período.
2. Leve para o hospital os exames pré-operatórios de sangue e cardiológicos, além de exames específicos da cirurgia, que incluem radiografias e outros exames, como tomografias ou ressonância dos seus pés.
3. Leve um par de muletas ou algum sapato de uso pós-operatório caso tenha sido recomendado pelo médico.
4. Não se esqueça de informar o médico se possui alguma alergia seja medicamentosa ou não, além de informar o hospital em que será realizada a cirurgia no momento de uma internação.
5. Informe também se você possui doenças crônicas associadas como hipertensão arterial sistêmica, diabetes e outros, para que as decisões de medicações e cuidados tanto no pré, como intra e pós-operatório sejam tomadas com maior precisão.

Recomendações pós-operatórias

Prezado Paciente,
Fique atento aos procedimentos que ajudarão você no reestabelecimento da sua saúde após a cirurgia. Lembre-se: todo cuidado é pouco quando o assunto é saúde. Siga as recomendações do médico quanto aos horários e dosagens dos medicamentos e trocas de curativos. Oriente-se também pelas recomendações abaixo:

1. Caminhar somente com auxílio de muletas, o mínimo de tempo possível nos primeiros dias, a menos que haja autorização contrária ou autorização para andar com sapatos especiais.
2. Manter a perna e o pé elevados o mais alto possível - sempre acima da linha do quadril, pois isso auxilia a melhorar o edema pós-operatório evitando inclusive a sua piora. Este cuidado auxilia a cicatrização pós-operatória e diminui a possibilidade de infecção pós-cirúrgica.
3. Não retire o curativo ou o enfaixamento em casa a não ser que seja autorizado pelo seu médico.
4. Faça contrações isométricas da musculatura da perna ou coxa, ou seja, quando não há nenhum movimento, mas o músculo é contraído. Faça isso, pelo menos, três vezes ao dia, para a melhora da circulação do membro operado e assim evitar complicações vasculares pós-operatórias.
5. Movimente o seu tornozelo, mexendo o pé para cima e para baixo, pelo menos vinte vezes a cada hora enquanto estiver acordado. Se estiver com tala ou bota gessada, movimente os dedos. Isto melhora a circulação do membro operado.
6. Fique atento à circulação do pé. A coloração deve permanecer normal. Uma coloração ligeiramente arroxeada pode ocorrer quando o pé está para baixo e é considerado normal. Se a coloração permanece alterada mesmo após a elevação volte ao médico imediatamente para orientações.
7. Algum sangramento pode ocorrer nos primeiros dias, principalmente nas cirurgias de grande porte.

Escolhendo o tipo de calçados

Recomendações da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Pé:

Em sua próxima compra de calçados, cheque cada um dos itens abaixo para saber se você deve ou não comprar o calçado que acaba de experimentar:

1. Seus pés estão absolutamente confortáveis no interior dos calçados e não há qualquer ponto de pressão ou atrito exagerado;
2. Os calçados estão folgados mesmo usando meias macias e absorventes;
3. Os calçados têm o formato de seus pés e há suficiente espaço para movimentar livremente os dedos;
4. Os saltos não ultrapassam 3 centímetros de altura;
5. Este modelo é provido de solas aderentes e macias a ponto de absorver os choques externos (látex ou borracha);
6. A cobertura do calçado é confeccionada em material que permite a ventilação e transpiração dos pés (couro, lona ou pano – plástico não!);
7. Esses calçados estão confortáveis desde o primeiro momento em que você os vestiu.

Se você deixou de checar um dos itens acima, deve reconsiderar a compra desses sapatos. Se houver dúvidas ou se é portador de qualquer deformidade ou calosidade nos dedos dos pés, procure a ajuda de um especialista em medicina e cirurgia do pé.